2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015 | Índice | Sites | Contacto          RSS Feed Facebook Twitter

domingo, 12 de outubro de 2008

Durante cerca de três décadas a Força Aérea da República Federal Alemã desenvolveu uma actividade operacional que envolvia missões de instrução e treino de voo e de tiro. A Base Aérea de Beja (BA 11), onde estiveram colocados os meios alemães, serviria como unidade de apoio não apenas a aeronaves militares mas também a aeronaves civis de Portugal e da Alemanha. A presença militar Alemã em Portugal viria a cessar na primeira metade da década de 90. Para trás, para além das infraestruturas ficaram 50 Alpha Jet cedidos à Força Aérea Portuguesa como contrapartida pelas condições concedidas para a sua permanência e para treino operacional em Portugal.

Ver artigo (revisto em 28/05/2009)
Desde a chegada dos primeiros FIAT G.91 à Força Aérea Portuguesa (FAP) em 1966, até à sua retirada oficial em 1993, que os aparelhos recebidos foram sendo retirados de serviço, por diversas razões que vão desde as perdas em combate, aos acidentes, à canibalização, ou ainda, mais recentemente, pelo abate ao abrigo do acordo de redução de armas convencionais(...) Nos dias de hoje, entre os que escaparam quer à guilhotina, quer aos infortúnios da sorte, contam-se cerca de 46 aparelhos, espalhados pelo país, em 23 locais. Pese embora nem todos os locais sejam de fácil acesso, aqui fica o seu roteiro...

Ver artigo
O dia 21 de Maio de 2005 marcou o regresso da mais famosa Patrulha Acrobática da Força Aérea Portuguesa. As várias centenas de visitantes que se deslocaram à Base Aérea 4 para assistir ao Community Appreciation Day (CAD 2005), evento organizado em parceria entre os comandos da USAF e da FAP nas Lajes, viriam a ser os primeiros a testemunhar o ressurgir dos "Asas de Portugal". Para trás ficavam cinco anos de completa ausência e um período de transição de cerca de três anos entre a primeira exibição como "Flying Display Team" e a história mais recente como "Parelha da Cruz de Cristo".

Ver artigo

sábado, 11 de outubro de 2008

"Há algum tempo atrás, foi-me solicitada, expressamente por Nuno Martins, a minha disponibilidade para descrever, o "dia a dia" numa Esquadra de Caça, da Força Aérea Portuguesa nos anos 60, aproveitando a minha vivência como piloto numa dessas Esquadras. Após uma reflexão para perceber qual a melhor maneira de responder ao pedido entendi que, sendo difícil transmitir uma ideia correcta desse "dia a dia", a melhor forma de o fazer seria dar uma maior profundidade a essa descrição tentando, assim, construir um retrato mais fiel dessa vivência mesmo correndo o risco de me tornar extensivo e mesmo enfadonho..."

Ver artigo
Nasce o Walkarounds-CCADF – Publicação sobre a Aviação Militar Portuguesa. Este novo site Walkarounds pretende ser uma fonte de consulta online sobre a temática, diversificando a sua oferta com um leque de conteúdos que vão desde artigos de vertente bibliográfica a artigos e/ou notícias dedicados a eventos ou assuntos mais actuais, num formato que facilmente poderá ser arquivado em qualquer computador ou mesmo impresso em papel.