2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015 | Índice | Sites | Contacto          RSS Feed Facebook Twitter

terça-feira, 19 de abril de 2011

Desde o final do Século XX que um novo conjunto de conflitos tem assumido especial destaque na geopolítica e geoestratégia Mundial. Conflitos como os registados no Afeganistão, de origem étnico-religiosa ou, mais recentemente, a vaga de revoluções, ou tentativa de revoluções, que tem assolado países do Norte de África e do Médio Oriente, têm assumido cada vez mais a atenção e uma resposta da Comunidade Internacional, ao nível diplomático ou, quando a diplomacia falha...

segunda-feira, 18 de abril de 2011

O relógio marcava quase as duas horas da tarde do passado dia 14 de Abril quando o último Puma (nº19504) fez a sua aterragem na Base Aérea nº11, em Beja, pondo fim, em definitivo, à Operação Fénix.
Naquela que foi a derradeira missão da Esquadra 752, e também da frota SA-330 Puma ao serviço da Força Aérea Portuguesa, concluiu-se a viagem de regresso dos últimos três aparelhos, efectuada por etapas, a saber:

LPLA-LPAZ : 13ABR 08h00 - 09h35
LPAZ-LPPS : 13ABR 11h15 - 16h10
LPPS-LPBJ : 14ABR 08h40 - 13h50

Dos três helicópteros, nºs 19502, 19503, 19504, é digno de registo o nº 19502, o SA-330 Puma de produção mais antigo ainda a voar no Mundo!

Tripulavam o SA-330 Puma nº19502:
Comandante:
CAP Pedro Pinho
Co-Piloto:
TEN Miguel Gaspar
Mecânico de Voo:
SAJ Paulo Figueiras
Recuperador Salvador:
SAJ Fernando Ramos

SA-330 Puma nº19503:
Comandante:
TEN João Martinho
Co-Piloto:
TEN Acácio Ferreira
Mecânico de Voo:
SAJ Pedro Carmo
Operador de Guincho:
SAJ Silva

SA-330 Puma nº19504:
Comandante:
TEN André Araújo
Co-Piloto:
TEN Rodolfo Gouveia
Mecânico de Voo:
1SAR Ângelo Diez
Operador de Guincho:
Saj Nuno Castanheira

Durante as etapas da missão foram apoiados de perto por dois C-295M da Esquadra 502, um a partir do Porto Santo e outro desde o Montijo.
De destacar, neste regresso ao Continente, a homenagem prestada pela Câmara Municipal de Vila do Porto em Santa Maria, em reconhecimento do trabalho feito em prol da população dos Açores. O último voo no céu dos Açores foi realizado a partir do Aeroporto de Santa Maria onde as aeronaves realizaram uma escala técnica antes do voo de ligação para a Base Aérea de Beja. Note-se que este foi também o ponto de chegada destas aeronaves aquando do seu envio para o Arquipélago, naquela que recebeu então o nome de “Operação Atlântida”.

Agradecimentos: o Walkarounds deseja agradecer a todos quantos participaram na elaboração deste pequeníssimo apontamento sobre esta importante missão histórica, quer para a fota Puma, Esquadra 752 e, naturalmente, para a Força Aérea Portuguesa. Entre estes, um apreço especial à Esquadra 752, na pessoa do TEN André Araújo e aos autores das fotos, TCor Miguel Santos, João Espinho e Sérgio Moreira.

terça-feira, 12 de abril de 2011

A Esquadra de Instrução nº103, que comemorou, em Fevereiro de 2011, o seu 58º aniversário, tem a sua génese em 1953, no seio da Esquadra 20, estando intrinsecamente ligada ao início da “era dos jactos”, acompanhando todas as diferentes fases do desenvolvimento da aviação a reacção na Força Aérea Portuguesa até aos dias de hoje. Neste sentido pode dizer-se que a sua missão se manteve a mesma ao longo do tempo, em torno de um objectivo comum – a formação de pilotos destinados aos aviões a reacção em geral, e aos aviões de caça em particular.

Ver artigo

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Cinco anos volvidos o Walkarounds volta a estar presente em mais um Aniversário da Esquadra 601 “Lobos”. Depois de acompanhar as comemorações do 20º Aniversário, encontramos esta Esquadra em novas instalações, numa outra Base Aérea e equipada com um novo sistema de armas. Cinco anos marcados pela mudança e por uma evolução continuada e ainda em fase de implementação, mas também cinco anos com o mesmo espírito e tradições que marcaram as gerações passadas.

Ver artigo Galeria Fotográfica

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Mais de seis meses após a conclusão inicialmente prevista para a Operação Fénix, cuja duração incial era de dois anos, fecha-se mais um ciclo, quem sabe se o derradeiro, da frota Aerospatiàle SA.330S1 Puma, e também da Esquadra 752.
Terminou ontem, 5 de Abril de 2011, às 10 horas da manhã, o último Alerta SAR, com a rendição a cargo do EH-101 Merlin da Esquadra 751, do Destacamento Aéreo dos Açores, na Base Aérea nº4, nas Lajes.
Sem pompa e circunstância, volta a FAP a recolher os Puma, que desde 24 de Setembro de 2008 até hoje efectuaram centenas de horas de voo, na sua grande maioria na Busca e Salvamento, e Evacuações Médicas, quer no imenso Atlântico, quer no espaço inter-ilhas...

terça-feira, 5 de abril de 2011

A chuva marcou presença nos primeiros dias de trabalho do Destacamento Aéreo da Esquadra 552 “Zangões” na Covilhã, nomeadamente durante o fim de semana que antecedia a sua participação no Exercício Real Thaw 11, que ainda decorre até dia 8 de Abril.
Embora tivessem inicialmente previsto aproveitar a deslocação para efectuar qualificações em montanha das tripulações, por exemplo em voos tácticos, a cobertura de nuvens que forrava a Serra da Estrela durente esses dias, fez com que essas se tornassem impossíveis de realizar.
Apesar disso, e mal abriu um pouco o tempo em redor do aerodromo, logo se apressaram os mecânicos no aprontamento de dois SE.3160 Alouette III para o treino e qualificação de instrutores e alunos em voos de parelha.
Duas sessões de treino, no espaço confinado entre as montanhas e o tecto baixo de núvens que teimavam em não arredar pé, assim como os apontamentos de chuva, às vezes forte, que nem assim fez quebrar o ritmo, conforme demonstram as imagens.
As missões seguiram-se, nos dias seguintes, a bom ritmo, integradas no Real Thaw 11.
No fim de semana que intervalava no meio do exercício, um “cross-country” levou os Zangões da Covilhã a Bragança, passando pelo Porto (Hospital Pedro Hispano em Matosinhos), Ovar e, de volta à casa temporária, no sopé da Serra da Estrela.

Rui Ferreira